ULISBOA | Financiamentos Concedidos

Financiamentos Concedidos

Candidaturas Financiadas – Programa Operacional Regional de Lisboa (PORLisboa):

Operação Lisboa-01-0162-FEDER-00968 - “Substituição das coberturas em fibrocimento por outras com melhores características de isolamento térmico do Pavilhão D da Faculdade de Farmácia” da Universidade de Lisboa

Operação Lisboa-01-0162-FEDER-00968 designada “Substituição das coberturas em fibrocimento por outras com melhores características de isolamento térmico do Pavilhão D da Faculdade de Farmácia” da Universidade de Lisboa aprovada pela Comissão Diretiva do PORLISBOA em 2015/02/26 à qual foi atribuída uma comparticipação financeira FEDER, em regime de overbooking, no valor de 20.959,20 € correspondente a 40% da despesa total elegível aprovada, no montante de 52.398,00 €.

Data de início da Operação: 2013/08/12
Data de fim da Operação: 2013/12/18

Descrição Sumária e objetivos: Este edifício tinha um telhado construído em amianto com um deficiente isolamento térmico. Nos anos 2012 e 2013, as fortes intempéries ocorridas provocaram a quebra de diversas placas do fibroamianto que potencia a exposição às fibras de amianto, colocando em risco a saúde e o bem estar dos utilizadores do edifício. O edifício da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa possui intensa atividade pedagógica e científica no seu interior com um elevado e permanente número de utilizadores. A operação permitirá contribuir decisivamente para a concretização da missão e estratégia deste estabelecimento de ensino e investigação, garantindo aos seus utilizadores condições de acesso e permanência em segurança e qualidade, através da remodelação e adaptação das condições de segurança e da eficiência energética.

Operação Lisboa-01-0162-FEDER-00969 designada “Obras de conservação e de estabilização das paredes térreas do Pavilhão F da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa

Operação Lisboa-01-0162-FEDER-00969 designada “Obras de conservação e de estabilização das paredes térreas do Pavilhão F da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa” aprovada pela Comissão Diretiva do PORLISBOA em 2015/02/26 à qual foi atribuída uma comparticipação financeira FEDER, em regime de overbooking, no valor de 40.550,95 € correspondente a 40% da despesa total elegível aprovada, no montante de 101.377,37 €.

Data de início da Operação: 2013/09/20
Data de fim da Operação: 2014/08/04

Descrição Sumária e objetivos: Estabilização das Paredes térreas Pavilhão – devido à deformação dos solos e deslocamentos, toda a estrutura do edifício está com problemas graves, as paredes estão fendilhadas e existe um desnivelamento do pavimento, está em causa a segurança dos utilizadores.

Operação: compactação do solo, aplicação de vigas, recalcamentos das paredes e reparação das fendilhações das paredes. O Edifício F foi objeto de uma vistoria do Laboratório Nacional de Engenharia (LNEC), que identificou graves problemas nas suas infraestruturas, que afetavam as paredes e o pavimento e colocavam em risco a segurança dos utilizadores.

Objetivo: A operação destinou-se a estabilizar o um dos edifícios da FFULisboa com maior ocupação diária (600-700 utilizadores diários) e deste modo contribuir decisivamente para a concretização da missão e estratégia deste estabelecimento de ensino e investigação, garantindo aos seus utilizadores condições de acesso e permanência em segurança e qualidade, através da adaptação, renovação e atualização das infraestruturas que irão permitir a expansão científica e tecnológica.

Operação Lisboa-01-0162-FEDER-00972 designada “Construção do novo edifício para o Instituto de Orientação Profissional da Universidade de Lisboa”

Operação Lisboa-01-0162-FEDER-00972 designada “Construção do novo edifício para o Instituto de Orientação Profissional da Universidade de Lisboa” aprovada pela Comissão Diretiva do PORLISBOA em 2015/02/18 à qual foi atribuída uma comparticipação financeira FEDER, em regime de overbooking, no valor de 351.598,66 € € correspondente a 40% da despesa total elegível aprovada, no montante de 878.996,64 €.

Data de início da Operação: 2009/12/22
Data de fim da Operação: 2015/09/30

Descrição Sumária e objetivos: Extensão do edifício FP-IE, designado Instituto de Orientação Profissional. Construção permanente de dois pisos com o objetivo de expandir a capacidade do edifício que alberga a Faculdade de Psicologia e o Instituto de Educação, duas das 18 escolas da Universidade de Lisboa. O edifício é composto por laboratórios, salas de aula, anfiteatro, salas de trabalho em grupo e gabinetes para investigadores e docentes. Estas instalações serão utilizadas sobretudo para a formação pós-graduada e a investigação. Esta extensão permitirá, quer ao IE quer à FP, receber mais alunos de mestrado, doutoramento e cursos de pós-graduação, dar melhores condições aos atuais alunos, acolher maior número de investigadores e de projetos de investigação. As salas de aula são especialmente vocacionadas para um público de estudantes-trabalhadores que procuram formação pós-graduada, sobretudo professores do ensino básico e secundário, no caso do IE e psicólogos, profissionais de saúde e gestores, no caso da FP. Este aumento de capacidade permite a ambas as escolas reforçar o seu papel enquanto centros de criação de conhecimento e desenvolvimento de competências. Os laboratórios e gabinetes permitirão ainda acolher mais investigadores estrangeiros, contribuindo assim para aumentar internacionalização de ambas as escolas. O aumento da capacidade de investigação e internacionalização vem reforçar a capacidade do SCTN para fomentar projetos de natureza científica, educativa e tecnológica e fortalecer a ligação com a comunidade.

Operação Lisboa-01-0162-FEDER-001186 designada “Adaptação da Biblioteca a Laboratório de Próteses da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa”

Operação Lisboa-01-0162-FEDER-001186 designada “Adaptação da Biblioteca a Laboratório de Próteses da Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa” aprovada pela Comissão Diretiva do PORLISBOA em 2015/05/28 à qual foi atribuída uma comparticipação financeira FEDER, em regime de overbooking, no valor de 69.789,52 € € correspondente a 40% da despesa total elegível aprovada, no montante de 174.473,80 €.

Data de início da Operação: 2015/01/22
Data de fim da Operação: 2015/04/10

Descrição Sumária e objetivos: A Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa (FMDUL) teve origem na então designada Escola Superior de Medicina Dentária de Lisboa, criada por Decreto-Lei de 6 de junho de 1975. A mesma foi posteriormente integrada na Universidade de Lisboa por deliberação do seu Senado em 1 de fevereiro de 1991. No sentido de melhor aproveitar o edificado existente após a recente fusão da antiga Universidade de Lisboa com a Universidade Técnica de Lisboa, a FMDUL cedeu ao Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa (IGOT ULisboa) o edifício do antigo centro de formação profissional. Este, parcialmente desocupado em consequência do fim do ensino dos cursos de formação profissional pela FMDUL, acolhia ainda as licenciaturas em Higiene Oral e em Prótese Dentária. O edifício encontrava-se num estado de avançada degradação, não tendo já as condições ideais para ministrar um ensino de qualidade. A entrega deste edifício ao IGOT ULisboa e a adaptação dos espaços da FMDUL para acolher estas duas licenciaturas resultou numa melhoria das condições de ensino e numa poupança muito significativa em termos de custos energéticos e de manutenção das instalações. A integração dos estudantes destas duas licenciaturas num espaço comum, partilhado com os estudantes do mestrado integrado em Medicina Dentária, permitiu-lhes ter um acesso fácil a todas as infraestruturas e equipamentos, nomeadamente às clínicas universitárias e aos laboratórios de investigação, qualificando-os ainda mais para a sua integração plena no mercado de trabalho. A adaptação da antiga Biblioteca aos novos Laboratórios de Prótese permitiu criar um espaço de grande qualidade, que garante aos seus utilizadores condições de higiene e segurança. São laboratórios modernos, possuidores de todas as infraestruturas necessárias para um ensino de acordo com os melhores padrões internacionais. Nos últimos anos tem-se verificado uma grande evolução tecnológica na área da prótese dentária com o surgimento de novos materiais, equipamentos e técnicas de fabrico, permitindo estes novos laboratórios a implementação do seu ensino. Estas novas instalações terão um impacto muito significativo ao nível da inovação e competitividade dos laboratórios portugueses de produção de próteses dentárias, quer através da melhoria da formação dos estudantes de licenciatura, quer permitindo realizar ações de formação que aumentem a qualificação dos profissionais da área.

Operação Lisboa-01-0162-FEDER-001187 designada “Remodelação e adaptação de Espaços da consulta Externa, sala polivalente e Vestiários do Edifício Norte da Faculdade Dentária da Universidade de Lisboa”

Operação Lisboa-01-0162-FEDER-001187 designada “Remodelação e adaptação de Espaços da consulta Externa, sala polivalente e Vestiários do Edifício Norte da Faculdade Dentária da Universidade de Lisboa” aprovada pela Comissão Diretiva do PORLISBOA em 2015/05/28 à qual foi atribuída uma comparticipação financeira FEDER, em regime de overbooking, no valor de 81.580,98 € correspondente a 40% da despesa total elegível aprovada, no montante de 203.952,46 €.

Data de início da Operação: 2014/06/03
Data de fim da Operação: 2015/07/15

Descrição Sumária e objetivos: A Faculdade de Medicina Dentária da Universidade de Lisboa (FMDUL) teve origem na então designada Escola Superior de Medicina Dentária de Lisboa, criada por Decreto-Lei de 6 de junho de 1975. A mesma foi posteriormente integrada na Universidade de Lisboa por deliberação do seu Senado em 1 de fevereiro de 1991. No sentido de melhor aproveitar o edificado existente após a recente fusão da antiga Universidade de Lisboa com a Universidade Técnica de Lisboa, a FMDUL cedeu ao Instituto de Geografia e Ordenamento do Território da Universidade de Lisboa (IGOT ULisboa) o edifício do antigo centro de formação profissional. Este, parcialmente desocupado em consequência do fim do ensino dos cursos de formação profissional pela FMDUL, acolhia ainda as licenciaturas em Higiene Oral e em Prótese Dentária. O edifício encontrava-se num estado de avançada degradação, não tendo já as condições ideais para ministrar um ensino de qualidade. A entrega deste edifício ao IGOT ULisboa e a adaptação dos espaços da FMDUL para acolher estas duas licenciaturas resultou numa melhoria das condições de ensino e numa poupança muito significativa em termos de custos energéticos e de manutenção das instalações. A integração dos estudantes destas duas licenciaturas num espaço comum, partilhado com os estudantes do mestrado integrado em Medicina Dentária, permitiu-lhes ter um acesso fácil a todas as infraestruturas e equipamentos, nomeadamente às clínicas universitárias e aos laboratórios de investigação, qualificando-os ainda mais para a sua integração plena no mercado de trabalho. A adaptação da antiga Consulta Externa a uma Clínica de Higiene Oral, de uma sala polivalente e dos vestiários visou acomodar os estudantes do curso de licenciatura em Higiene Oral, criando ao mesmo tempo para os seus utilizadores condições de maior conforto, higiene e segurança. São instalações modernas, possuidores de todas as infraestruturas necessárias para um ensino de acordo com os melhores padrões internacionais.

rodapé_POR_Lisboa