fbpx Investigador do MARE distinguido pela Sociedade Portuguesa de Ecologia | ULisboa

Investigador do MARE distinguido pela Sociedade Portuguesa de Ecologia

Investigador do MARE distinguido pela Sociedade Portuguesa de Ecologia

Investigador do MARE distinguido pela Sociedade Portuguesa de Ecologia

Share Investigador do MARE distinguido pela Sociedade Portuguesa de Ecologia

Miguel Baptista, debruçou a sua investigação sobre o peixe-lua (Mola mola), o que lhe permitiu o delineamento de medidas de conservação mais objetivas e necessárias tendo em vista o declínio generalizado desse peixe icónico. Por falta de interesse académico, informação credível sobre a biologia e ecologia desta espécie é escassa, pelo que este trabalho veio preencher uma lacuna no que se refere à utilização espacial, crescimento e composição. O peixe-lua é um peixe predador de grande porte presentemente ameaçado e classificado como "vulnerável", de acordo com os critérios da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) uma vez que se estima um declínio global de 10% por década.

Este trabalho permitiu mostrar que a temperatura da superfície do mar e a concentração de clorofila a (como "proxy" para a produtividade), são fatores ambientais que predizem o seu espaço de utilização. Comparando populações das águas do Atlântico Norte com outras do Pacífico Norte verificou que há diferenças em termos de relação peso/comprimento e que a sua composição elementar varia consoante a estação do ano e o tipo de músculo em observação. Estes dados permitem uma melhor compreensão de um predador de topo da cadeia alimentar do oceano que funciona como regulador de organismos gelatinos, contribundo para o equilíbrio dos ecossistemas no oceano.

Os três primeiros classificados irão receber o prémio e apresentar o seu trabalho no 20.º Encontro Nacional de Ecologia que, este ano, irá decorrer de 2 a 4 de dezembro na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo. Os prémios, no valor de 3000, 2000 e 1000 euros, são atribuídos, respetivamente, ao primeiro, segundo e terceiro classificados. 

Também Tiago Morais, antigo estudante de doutoramento do Instituto Superior Técnico e investigador do Centro de Ambiente e Tecnologia Marítimos – MARETEC, foi um dos vencedores do Prémio de Doutoramento em Ecologia- Fundação Amadeu Dias atribuído pela Sociedade Portuguesa de Ecologia (SPECO).

Notícia Relacionada

1


NOTÍCIAS DA ULISBOA

Para que esteja sempre a par das atividades da ULisboa, nós levamos as notícias mais relevantes até ao seu email. Subscreva!

SUBSCREVER