Professor da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa foi eleito vice-presidente do comité de medicamentos de uso humano da Agência Europeia do Medicamento

Professor Auxiliar com Agregação da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa foi eleito vice-presidente do comité de medicamentos de uso humano da Agência Europeia do Medicamento

Professor da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa foi eleito vice-presidente do comité de medicamentos de uso humano da Agência Europeia do Medicamento

Icone para partilhar conteúdo
Versão de impressão

Bruno Sepodes, Farmacêutico, 41 anos, Professor Auxiliar com Agregação da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, foi eleito vice-presidente do comité de medicamentos de uso humano (CHMP) da Agência Europeia do Medicamento (EMA), o mais importante Comité Cientifico da EMA e que todos os meses aprova recomendações de aprovação ou rejeição de medicamentos inovadores no quadro do procedimento centralizado europeu de aprovação de novos medicamentos. 

Bruno Sepodes foi nos últimos seis anos presidente do comité dos medicamentos órfãos (COMP) da EMA, acumulando várias referências e distinções pelo trabalho realizado e tem-se distinguido igualmente quer no CHMPquer no Scientific Advise da EMA. 

A Eurordis - uma aliança não governamental europeia de associações de doenças e doentes raros - já lhe tinha atribuído este ano o “Black Pearl Awards 2018”, que reconhece os esforços de várias personalidades e organizações em prol das doenças raras. O farmacêutico português Bruno Sepodes, que presidiu ao Comité de Medicamentos Órfãos da Agência Europeia do Medicamento (EMA), foi então distinguido com o Prémio Liderança. 
"Um líder excecional com influência internacional”. É desta forma que a Eurodis apresentou o vencedor de 2018 do Rare Disease Leadership Award, o farmacêutico português, professor de Farmacologia e Farmacoterapia na Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, Bruno Sepodes. 

É atualmente membro eleito do Conselho de Escola e do Conselho Pedagogico da FFUL.