Museu Egas Moniz

  • Museu Egas Moniz
  • Museu Egas Moniz
  • Museu Egas Moniz
  • Museu Egas Moniz
  • Museu Egas Moniz
  • Museu Egas Moniz
  • Museu Egas Moniz
  • Museu Egas Moniz
Data de Construção / Inauguração: 
1957

Museu Egas Moniz

O núcleo expositivo do ‘Museu Egas Moniz’ é constituído em 1957, com a organização do Centro de Estudos Egas Moniz (CEEM), no recém-inaugurado Hospital Escolar de Santa Maria. O CEEM, criado e dirigido por Egas Moniz em 1950, funcionou inicialmente em espaço anexo ao Hospital Júlio de Matos. O ‘Museu Egas Moniz’ foi concebido com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian com o objetivo de documentar a vida e a obra científica do Prémio Nobel. O núcleo expositivo mantém a sua museografia e cenografia originais, de forte carácter visual e documental, onde se encontram expostos c. 400 objetos de diferente tipologia. A coleção é composta por um extenso material documental, manuscritos diversos, bibliografia científica e literária, álbuns de fotografias, livros de registos clínicos, diplomas de títulos académicos, condecorações e o fac-símile do Documento de Atribuição do Prémio Nobel da Medicina, cujo original se encontra exposto na Casa-Museu Egas Moniz em Avanca, Estarreja. Do ponto de vista cénico, tem lugar de destaque a reconstituição física do seu gabinete de consulta, no Hospital de Santa Marta; quanto a instrumentos histórico-científicos, assinalem-se os utensílios desenvolvidos e utilizados nas primeiras angiografias e leucotomias, nomeadamente a seringa, a pinça de Martins (Dr. António Martins) e o leucótomo. Um vasto núcleo visual é dedicado à descoberta e processo de desenvolvimento do método da angiografia (1927), com recurso ao retrato sequencial de imagens radiográficas de diferentes patologias.

Morada: 
Av. Professor Egas Moniz
1649-035 Lisboa
Portugal