fbpx Música na Universidade | ULisboa

Música na Universidade

Música na Universidade

Música na Universidade

O projeto Música na Universidade conta com uma programação cultural própria integrada na área da música e artes de palco, incluindo  ainda exposições, ciclos de teatro e cinema, tendo como   objetivo promover a vivência cultural e a sua  aproximação à comunidade ULisboa e à sociedade em geral.
Share Música na Universidade
A Universidade de Lisboa dispõe de equipamentos culturais notáveis como a Aula Magna da Reitoria, o Jardim Botânico de Lisboa, na rua da Escola Politécnica, o Jardim Botânico Tropical, em Belém e o Pavilhão de Portugal, entre muitos outros espaços de grande qualidade propícios à realização de espetáculos e eventos de índole cultural .
A  programação da Música na Universidade conta com  um ciclo de Concertos de qualidade de variadíssimos   géneros,  desde a música do mundo até ao rock, passando pelo jazz, música clássica e ópera. Os eventos decorrerão  nos espaços da ULisboa com caráter regular.

Pelo Princípio de Precaução em Saúde Pública, é obrigatória a apresentação de Certificado Digital COVID, Teste PCR ou Antigénio com resultado negativo – Orientação DGS 028/2020 – Atualizada a 01/09/2021.

Concertos Temporada Orquestra Metropolitana de Lisboa

Concerto de Abertura da Temporada 21/22
sexta-feira | 10 de setembro | 21h00
Mário Laginha Concerto para Dois Pianos
L. v. Beethoven Sinfonia N.º 3, Op. 55, Eroica
Solistas: Pedro Burmester (piano), Mário Laginha (piano)
Pedro Neves, maestro

Ciclo Causas em Família – O Jogo das Diferenças (Igualdade de Género)
sábado | 18 de setembro | 17h00

Tanto a música como a palavra são meios de expressão subjetivos. A compreensão varia de pessoa para pessoa, de cultura para cultura. Mas isso não significa que sejam indiferentes ao que as rodeia, nem as impede de manifestarem «pontos de vista». As sinfonias de Beethoven mostram bem como as artes são instrumento de cidadania e permitem o confronto de ideais. Há dois séculos os ideais eram muito diferentes dos nossos, mas não deixaram de contribuir para mudar o mundo. Sabemos hoje que as culturas e as tradições moldam as pessoas, mas também que as pessoas transformam e preservam as culturas. Por isso, sentamo-nos aqui à volta das partituras e dos livros para evocar alguns dos objetivos inscritos na Agenda 2030 da ONU para um desenvolvimento sustentável do nosso planeta. Neste primeiro encontro do Ciclo Causas em Família abordamos o tema da Igualdade de Género.

L. V. Beethoven Sinfonia N.º 7
Com participação de Catarina Furtado
Catarina Rabaça, atriz
Rodrigo Cachucho, ator
João Reis, encenação
Rita Castro Blanco, maestrina

Páginas Sinfónicas | Nona de Bruckner
domingo | 12 de dezembro | 17h00
A. Bruckner Sinfonia N.º 9
Emilio Pomàrico, maestro

A Sinfonia N.º 9 de Anton Bruckner é um ex-libris do romantismo sinfónico. Ainda que fosse uma vez única na vida, todos deveriam ter a oportunidade de a escutar atentamente do primeiro ao último compasso. Lança-se daqui a sugestão de, para muitos, tal acontecer ainda em 2021. Trata-se de uma hora de música arrebatadora. Em cada instante, sente-se que é música escrita para a posteridade – quem sabe, para nós, ouvintes de hoje? Curiosamente, o próprio Bruckner nunca a escutou interpretada ao vivo por uma orquestra. Até à data da sua morte, em 1896, e ao cabo de nove anos de trabalho, ainda se encontrava a compor um último andamento que permaneceu inacabado. Por isso, a versão (original) que o maestro Pomàrico irá interpretar à frente dos músicos da Metropolitana culmina de modo tão singular, com uma das maiores reticências de toda a História da Música.

Ciclo Causas em Família -  Perguntas com Resposta (Direitos Humanos)
sexta-feira | 4 de fevereiro | 11h00
sábado | 5 de fevereiro | 17h00

Com participação de Catarina Furtado
C. Ives The Unanswered Question
S. Barber Adagio para Cordas
R. Schumann Abertura, Scherzo e Finale
Catarina Rabaça, atriz
Rodrigo Cachucho, ator
João Reis, encenação
António Saiote, maestro

Há perguntas que parecem não ter resposta. Diante das mesmas circunstâncias, porque é que uns são «mais iguais do que outros»? Como explicar, com argumentos humanamente compreensíveis, a desvantagem e a discriminação sistemicamente impostas àqueles que se distinguem numa sociedade por razões culturais, religiosas, por convicções ideológicas ou quaisquer outras «diferenças»? Em 1898, Charles Ives retratou em The Unanswered Question este dinamismo: as cordas representam o silêncio; as trompetes colocam as eternas questões da existência; um quarteto de sopros procura respondê-las, sem sucesso. Na vida real, isso desperta em nós a consternação, experiência para a qual o Adagio para Cordas de Samuel Barber é banda sonora certeira. Impõe-se então ir ao encontro dos outros, como Robert Schumann fez quando compôs Abertura, Scherzo e Final. Desenha-se assim este terceiro encontro do Ciclo Causas em Família, desta vez dedicado ao tema dos Direitos Humanos.

Ciclo Causas em Família - Estado Líquido (Natureza/Ambiente/Clima)
sexta | 8 de abril | 11h00
sábado | 9 de abril | 17h00

Percussões da Metropolitana

Com participação de Catarina Furtado
Tan Dun Water Concerto
Catarina Rabaça, atriz
Rodrigo Cachucho, ator
João Reis, encenador
Reinaldo Guerreiro, maestro
 

Idílios de Paz
sexta-feira | 3 de junho | 11h00
sábado | 4 de junho | 17h00

Com participação de Catarina Furtado
J. Haydn Sinfonia N.º 96, O milagre
R. Wagner Idílio de Siegfried
Rodrigo Cachucho, ator
João Reis, encenador
José Eduardo Gomes, maestro
 

Outros Concertos

Cavalleria Rusticana, de Pietro Mascagni (1863 - 1945)
quinta-feira | 23 de setembro | 21h00

Orquestra Sinfónica Juvenil
Direcção: Christopher Bochmann

Participação do Coro de Câmara da Universidade de Lisboa e Coro do Instituto Gregoriano
Direção Musical: José Ferreira Lobo
Encenação: Alfonso Romero
Cenografia: Miguel Massip
Design de Luz: Roberto Punzi
Figurinos: Berta Cardoso
Direção de Cena: Angel Pazos
 

Concerto Comemorativo dos 60 anos do Coro da Universidade de Lisboa
sábado | 23 de outubro | hora a definir
Este concerto irá contar com a atuação de antigos maestro e coralistas do Coro da ULisboa e participação do coro Infantil e do Coro de Câmara.