fbpx “Direitos Humanos numa Imagem” | ULisboa

Categoria de Eventos

“Direitos Humanos numa Imagem”

“Direitos Humanos numa Imagem”
12 de Dezembro de 2023 a 31 de Janeiro de 2024
Caleidoscópio

“Direitos Humanos numa Imagem”

No âmbito das comemorações dos 10 Anos da ULisboa, decorre a exposição “Direitos Humanos numa Imagem” que inaugurou no dia 12 de dezembro de 2023, no Caleidoscópio.

Share “Direitos Humanos numa Imagem”

Data: 12 dez 2023 – 31 jan 2024
Horário: todos os dias, das 8h às 6h (do dia seguinte)
Local: Caleidoscópio
Entrada Livre

 

De 12 de dezembro de 2023 a 31 de janeiro de 2024, está patente no Caleidoscópio a exposição “Direitos Humanos numa Imagem”. A exposição é visitável durante o horário de funcionamento do Caleidoscópio, todos os dias, incluindo fins-de-semana e feriados, das 8h às 6h.

Na inauguração da exposição, a 12 de dezembro, às 17h, no Caleidoscópio, decorreu a apresentação do projeto e conversa sobre Direitos Humanos, com um painel de oradores convidados:
Verónica Pereira, Responsável da comunicação do Mosaiko
Luís Rocha e Tânia Araújo, MEF
Professora Ana Rita Gil, Faculdade de Direito, ULisboa

Esta exposição resulta da participação conjunta de vários autores, no âmbito da Oficina de Fotografia “Direitos Humanos numa Imagem” conduzida pelo Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) em 2022 : Adão Carlos, Adilson Júnior, Albino Wakava, Alone Kandongo Educador, Francisco Ideia, Armindo Licuassa, Beatriz André, David Nahenda, Enoque Suvica, Etson Edmero Neve, Graciana Chamba, Hilária Faustina, Lucas Kianeca, Pedro Kaveck, Simão Simões, Tavarosc Idalvares, Waldemar Muhongo e Zacarias Muambongue.
 

«A arte permite-nos ver e pensar o mundo sempre de uma perspetiva diferente, a desenvolver um olhar profundo, crítico e criativo da realidade quotidiana e assim também, torna possível sonhar, idealizar e mudar o futuro.
Para o filósofo Confúcio "Uma imagem vale mais que mil palavras" e o que se mostra nesta exposição, é a materialização desta verdade milenar em cada uma das imagens. Conseguimos ver e sentir os direitos humanos a partir de um olhar pessoal, numa forma de exprimir os direitos que toca o nosso íntimo e impulsionam-nos a trabalhar ainda mais para que se realizem nas nossas vidas.»

Mosaiko e Movimento de Expressão Fotográfica (MEF)
 



Mosaiko: Fundado em 1997, pelos Missionários Dominicanos, o MOSAIKO é um Instituto angolano, sem fins lucrativos, tendo sido a primeira instituição angolana a assumir explicitamente como missão promover os Direitos Humanos em Angola. Guiado por um forte compromisso social, tem como objetivo o respeito pela dignidade humana e o desenvolvimento da sociedade angolana, a partir do contributo de todos e de cada um/a.

Movimento de Expressão Fotográfica (MEF): É uma Associação de Direito Privado sem fins lucrativos que trabalha há cerca 20 anos na área da imagem, com particular destaque na fotografia, pretendendo promover o gosto pela mesma junto do grande público. Está envolvido na procura de parcerias com instituições e associações na área da dinamização social de forma a oferecer formação a públicos cujo acesso a oportunidades educacionais possa estar comprometido, como é o caso de pessoas portadoras de deficiências visuais, motoras ou mentais ou pessoas social e/ou economicamente carenciadas.
O MEF é também facilitador de workshops e tertúlias com outros fotógrafos e, nas suas atividades formativas, procura criar condições para que, num contexto inclusivo e de suporte, se estabeleçam diálogos, se gere pensamento crítico, e haja uma partilha construtiva da experiência fotográfica. Através das suas iniciativas, o MEF pretende que todos os cidadãos disponham das mesmas oportunidades na utilização da fotografia democratizando o seu acesso e potenciando o seu valor como ferramenta criativa.

1


NOTÍCIAS DA ULISBOA

Para que esteja sempre a par das atividades da ULisboa, nós levamos as notícias mais relevantes até ao seu email. Subscreva!

SUBSCREVER