fbpx Ciclo de Piano | Recital de António Rosado | ULisboa

Categoria de Eventos

Ciclo de Piano | Recital de António Rosado

Ciclo de Piano | Recital de António Rosado
26 de Outubro de 2021
21:00
Aula Magna

Ciclo de Piano | Recital de António Rosado

António Rosado tem uma carreira reconhecida nacional e internacionalmente, corolário do seu talento e do gosto pela diversidade, expressos num extenso repertório pianístico que integra obras de compositores tão diferentes como Georges Gershwin, Aaron Copland, Albéniz ou Liszt.

Share Ciclo de Piano | Recital de António Rosado

Programa:

1ª parte:

L. van Beethoven
Sonata n. 28 em Lá Maior op. 101
I. Etwas lebhaft und mit der inningsten Empfindung II. Lebhaft: Marchmäßig III. Langsam und sehnsuchtsvoll IV. Geschwind, doch nicht zu sehr und mit Entschlossenheit;

E. Granados
Goyescas
Requiebro
Maja
Amor y Muerte
Pelele

2ª parte:

Modest Mussorgsky (1839-1881)
 “Quadros de Uma Exposição”
1. Promenade – Introdução – Allegro giusto, nel modo russico, senza allegrezza, ma poco sostenuto;
2. Gnomus  – Sempre Vivo;
3. Promenade  – Moderato comodo assai e con delicatezza;
4. Il Vecchio Castello – Andante molto cantabile e con dolore;
5. Promenade – Moderato non tanto, pesante;
6. Tuileries – Allegretto non troppo, cappricioso;
7. Bydlo – Sempre moderato, pensante;
8. Promenade  – Tranquillo;
9. Ballet des Petits Poussins dans leurs Coques – Schernizo;
10. Samuel Goldenberg et Schmuyle – Andante grave, energico;
11. Promenade – Allegro giusto, nel modo russico, poco sostenuto;
12. Limoges, Le Marché - Allegretto vivo, sempre scherzando. AFK;
13. Catacombae, Sepulcrum Romanum – Largo;
14. Cum Mortuis in Língua Mortua - Andante non troppo, com lamento;
15. La Cabane de Baba-Yaga sur de Pattes de Poule – Allegro com     brio, feroce. Andante mosso. Allegro molto;
16. La Grande Porte de Kiev – Allegro alla breve. Maestoso. Con grandezza.

Entrada livre sujeita a lotação da sala.
Pelo Princípio de Precaução em Saúde Pública, é obrigatória a apresentação de Certificado Digital COVID ou Teste PCR ou Antigénio com resultado negativo – Orientação DGS 028/2020 – Atualizada a 05/10/2021.


António Rosado:
António Rosado tem uma carreira reconhecida nacional e internacionalmente, corolário do seu talento e do gosto pela diversidade, expressos num extenso repertório pianístico que integra obras de compositores tão diferentes como Georges Gershwin, Aaron Copland, Albéniz ou Liszt. Esta versatilidade permitiu-lhe apresentar, pela primeira vez em Portugal, destacadas obras como as Sonatas de Enescu ou paráfrases de Liszt, sendo o primeiro pianista português a realizar as integrais dos Prelúdios e também dos Estudos de Claude Debussy. No registo dos recitais pode incluir-se também a interpretação da integral das sonatas de Mozart.
Acuou em palco, pela primeira vez, aos quatro anos de idade. Os estudos musicais iniciados com o pai tiveram continuidade no Conservatório Nacional de Música de Lisboa, onde terminou o curso Superior de Piano, com vinte valores. Aos dezasseis anos parte para Paris, e aí vem a ser discípulo de Aldo Ciccolini no Conservatório Superior de Música e nos cursos de aperfeiçoamento em Siena e Biella (Itália).
Em 1980, estreou-se em concerto com a Orchestre National de Toulouse, sob a direção de Michel Plasson e desde essa data tem tocado com inúmeras orquestras internacionais e notáveis maestros como: Georg Alexander Albrecht, Moshe Atzmon, Franco Caracciolo, Pierre Dervaux, Arthur Fagen, Léon Fleischer, Silva Pereira, Claudio Scimone, David Stahl, Marc Tardue e Ronald Zollman.
Também na música de câmara tem atuado com prestigiados músicos como Aldo Ciccolini, Maurice Gendron, Margarita Zimermann, Gerardo Ribeiro ou Paulo Gaio Lima, com o qual apresentou a integral da obra de Beethoven para violoncelo e piano.
Laureado pela Academia Internacional Maurice Ravel e pela Academia Internacional Perosi, António Rosado foi distinguido pelo Concurso Internacional Vianna da Motta e pelo Concurso Internacional Alfredo Casella de Nápoles. Estes prémios constituem o reconhecimento internacional do seu virtuosismo e o impulso para uma brilhante carreira, com a realização de recitais e concertos por todo o Mundo, e a participação em diversos festivais. Na década de 90, foi o pianista escolhido pela TF1 para a gravação e transmissão de três programas – música espanhola e portuguesa, Liszt e, por fim, um recital preenchido com Beethoven, Prokofiev, Wagner-Liszt.
Em 2007, a França nomeou-o Chevalier des Arts et des Lettres.


Recitais Ciclo de Piano

Jorge Moyano
quinta | 14 de outubro | 21h00

Artur Pizarro
sexta | 29 de outubro | 21h00

 

1


NOTÍCIAS DA ULISBOA

Para que esteja sempre a par das atividades da ULisboa, nós levamos as notícias mais relevantes até ao seu email. Subscreva!

SUBSCREVER