José Miguel Azevedo Pereira distinguido com bolsa do Programa Gilead GÉNESE 2019

José Miguel Azevedo Pereira distinguido com bolsa do Programa Gilead GÉNESE 2019

José Miguel Azevedo Pereira distinguido com bolsa do Programa Gilead GÉNESE 2019

Share José Miguel Azevedo Pereira distinguido com bolsa do Programa Gilead GÉNESE 2019

José Miguel Azevedo Pereira foi distinguido, a 21 de novembro de 2019, com uma bolsa do Programa Gilead GÉNESE – Investigação 2019 atribuída pela Gilead Sciences.

O projeto liderado pelo Docente e Investigador da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, tem como título: “Demência associada à infeção por HIV – estudo dos mecanismos infecciosos e inflamatórios mediados por vesículas extracelulares” e pretende “averiguar os motivos por que pessoas infetadas com HIV sofrem a prazo de demências e alterações cognitivas, apesar de o HIV infetar poucas células do sistema nervoso central”.

A investigação está a ser realizada por uma equipa multidisciplinar que, além de farmacêuticos, também integra médicos, biólogos e bioquímicos. O objetivo principal do trabalho visa “saber como e porquê o HIV induz neurodegenerescência, podendo esta expressar-se por distúrbios neurocognitivos mais ou menos graves ou levar a encefalite”.

Segundo José Miguel Azevedo Pereira a resposta “pode estar nas vesículas extracelulares que as células – no caso células do sistema nervoso central infetadas pelo HIV – libertam e que poderão disseminar a infeção por células vizinhas saudáveis ou promover a neuroinflamação”. O grupo de cientistas vai testar esta hipótese em laboratório, procurando “ver se as vesículas extracelulares das células infetadas, funcionam como veículos de infeção e inflamação”. A comparação do conteúdo das vesículas obtidas in vitro com o encontrado em vesículas extracelulares presentes no líquido cefalorraquidiano de indivíduos infetados, permitirá validar a importância do seu conteúdo na propagação da doença, bem como na identificação de potenciais biomarcadores que ajudem no diagnóstico destes processos neurodegenerativos