fbpx Na ULisboa regressa-se à nova normalidade | ULisboa

Na ULisboa regressa-se à nova normalidade

ULisboa

Na ULisboa regressa-se à nova normalidade

Share Na ULisboa regressa-se à nova normalidade

Os serviços regressam progressivamente à atividade. O semestre termina até 31 de julho com aulas e avaliação final à distância. Na ULisboa prepara-se o novo ano letivo com otimismo e precaução.

Na ULisboa um conjunto significativo de pessoal dos serviços administrativos e técnicos começa a regressar aos espaços físicos da Universidade, tendo aberto o atendimento ao público de forma progressiva e de acordo com as orientações do Governo.

Esta reabertura dos serviços e instalações, embora feita com recomendações de distanciamento social, novas regras de segurança sanitária dentro dos edifícios, equipas organizadas em espelho e ainda com muitos serviços administrativos a operar em grande parte em teletrabalho, responde às necessidades da comunidade ULisboa: o desporto regressou aos espaços exteriores do Estádio Universitário, os Jardins reabriram as suas portas e os Serviços Centrais voltaram a assegurar o atendimento presencial.

Ao nível das Escolas, as equipas de investigação, que têm necessidade laboratoriais, estão a regressar e com elas um conjunto de técnicos e de administrativos que apoiam estas atividades e asseguram a segurança dos espaços.

Quanto ao ensino, as aulas continuam à distância e assim será também com a avaliação, com exceções muito pontuais. É o caso da formação dos anos clínica de Medicina Dentária, onde não se afigura possível terminar o ano completamente à distância

O ano letivo irá terminar a 31 de julho, cumprindo o calendário académico definido, garantido que os estudantes não ficam prejudicados no término do seu semestre e ano letivo.

Estes são os compromissos que a ULisboa assume com os seus estudantes e também com os cerca de 9.000 estudantes internacionais que, em muitos casos, regressaram aos seus países de origem.

Para o início do próximo ano letivo estão a ser preparados três cenários alternativos. Um totalmente presencial que iria corresponder a uma situação excecional no combate à covid19 e que, de momento, não se afigura possível. Um segundo cenário passará pelo continuar do ensino à distância, caso se verifique a impossibilidade de regressar às aulas presenciais.

O terceiro cenário, e que se afigura o mais provável, irá contar com um misto de aulas presenciais e à distância, tentado evitar a presença de muitos estudantes simultaneamente nas salas, equacionando-se mesmo a hipótese de serem utilizados todos os recursos físicos disponíveis na ULisboa, nomeadamente a Aula Magna e outros espaços da Universidade que, habitualmente, não são considerados para atividades letivas.

A Academia é um espaço de inovação e de adaptação a novas realidades e a Universidade saberá adaptar-se aos novos desafios que se afiguram.

1


NOTÍCIAS DA ULISBOA

Para que esteja sempre a par das atividades da ULisboa, nós levamos as notícias mais relevantes até ao seu email. Subscreva!

SUBSCREVER